Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação

Educação é um dos temas que mais reúne propostas entre os programas dos candidatos à Presidência da República entregues à Justiça Eleitoral. As principais promessas são de melhoria da qualidade do ensino, ampliação de investimentos na área e implantação do sistema integral nas escolas brasileiras.

Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação:

Continue lendo ‘Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação’

Calendário de Capacitação/Outubro

A programação completa de capacitação para o mês de outubro/2014 já está disponível. Você pode baixar o arquivo (PDF) na aba “Capacitação” do blog NotaMáxima ou no endereço http://www.notamaxima.net.br/site/capacitacao

Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez

A Academia Brasileira de Letras (ABL) lançou um aplicativo gratuito de consulta ao Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp). Com ele, é possível ter acesso em smartphones e tablets aos quase 400 mil verbetes que já seguem as novas regras previstas no Acordo Ortográfico.  É uma solução rápida para tirar dúvidas de como se escreve alguma palavra.

O aplicativo pode ser baixado em dispositivos Android, pelo Google Play, e em dispositivos da Apple, pela App Store. Um dos recursos do aplicativo é o de autocompletar-se. Quando a pessoa começa a digitar uma palavra, automaticamente aparece uma listagem de possíveis resultados na tela, e ela poderá encontrar a exibição do vocábulo antes mesmo de terminar a redação de tal termo. É possível também aumentar a letra, para facilitar a leitura.

Continue lendo ‘Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez’

Dica da Pedagoga: Filme “Tarja branca”

Indico o filme Tarja Branca – A revolução que faltava para ser assistido por todos aqueles que trabalham com criança ou que tem uma criança em casa e para aqueles que esqueceram como é gostoso brincar. Esse filme mostra a você como se livrar ou a passar longe dos remédios tarja preta. Ajuda a mostrar a beleza da vida. Não deixe de ver. Tenho certeza que vai gostar.

Abaixo, assista ao trailer:

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

Aos 13 anos, menino é dono de start-up e dá palestra para adultos

davi-braga_615x300
Afonso Ferreira/UOL

O alagoano Davi Braga tem apenas 13 anos, mas já é um empreendedor. No final de 2013, ele criou a própria start-up, a List-it, um site para os pais comprarem o material escolar dos filhos e no qual as escolas podem cadastrar sua lista de materiais.

Na última quinta-feira (4), o menino foi a Santo André, na região metropolitana de São Paulo, para dar uma palestra no 11º Congresso Estadual de Jovens Empreendedores.

Continue lendo ‘Aos 13 anos, menino é dono de start-up e dá palestra para adultos’

Prouni: matriculados em faculdades particulares têm até 1º de dezembro para tentar bolsa

Estudantes sem bolsas de estudo matriculados em faculdades particulares participantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até 1º de dezembro para se candidatar a vagas remanescentes. Podem participar aqueles que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 e obtido média igual ou superior a 450 pontos e nota na redação que não seja zero.

Antes de fazer a inscrição, o candidato deve se cadastrar no sistema de bolsas remanescentes, no site do programa. No cadastro, o candidato deve informar o número do CPF e a data de nascimento.

LICENCIATURA

Professores da rede pública de ensino no efetivo exercício do magistério da educação básica e do quadro de pessoal permanente de instituição pública podem se inscrever para bolsas nos cursos com grau de licenciatura, independentemente de participação no Enem. Neste caso, basta que o candidato informe que é professor para prosseguir com o cadastro.

Estudante tem até 30 de setembro para solicitar aditamento de contrato

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) definiu novo prazo para solicitação de aditamento de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro e segundo semestre de 2013 e ao primeiro semestre de 2014. Os estudantes terão até o dia 30 de setembro para fazer os pedidos de renovação, suspensão, transferência, dilatação ou encerramento no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). A Portaria nº 365/2014, que implementou a medida, foi publicada na sexta-feira, 29 de agosto, no Diário Oficial da União.

O Fies financia de 50% a 100% dos encargos educacionais, dependendo da renda familiar mensal bruta e do comprometimento dessa renda com os custos da mensalidade. Podem requerer o financiamento alunos com renda familiar mensal bruta de até 20 salários mínimos.

Continue lendo ‘Estudante tem até 30 de setembro para solicitar aditamento de contrato’

Portaria publicada no Diário Oficial define formas de uso do Enem por instituições

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio da Portaria nº 436, publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 8, estabelece os procedimentos para a utilização dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em processos seletivos de acesso a vagas em instituições de ensino superior nacionais e estrangeiras. O texto também situa os processos de certificação de conclusão do ensino médio realizados pelas secretarias de estado da educação e institutos federais de educação, ciência e tecnologia.

Há três formas de uso dos resultados do Enem pelas instituições: mecanismo único, quando o Enem é adotado como forma exclusiva de seleção; mecanismo alternativo, quando o Enem é correlacionado a outro processo seletivo; mecanismo complementar, quando o Enem é admitido como uma das fases ou um dos componentes do processo seletivo utilizado pela instituição.

Continue lendo ‘Portaria publicada no Diário Oficial define formas de uso do Enem por instituições’

Dica da Pedagoga: Obras de Fernando Pessoa

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. O acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português que é considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal. Confira!

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

Guru americano ensina crianças a inovar em cinco passos

Método de John Kao, ex-professor da Universidade Harvard, pretende estimular estudantes a encontrar respostas criativas e a solucionar problemas reais

Descrever John Kao é uma tarefa complexa. Formado em filosofia e medicina, o americano filho de chineses foi consultor para questões ligadas à inovação de multinacionais como Nike, Intel e Basf e também de governos da Finlândia e Cingapura. Professor da Universidade Harvard por 14 anos, fundou ali o curso de inovação em larga escala, o que lhe rendeu o apelido de “senhor cratividade”, conferido pela revista britânica The Economist. Kao tem muito mais no currículo. Na década de 1960, fez uma turnê tocando teclados na banda de Frank Zappa, uma lenda do rock, e nos anos 80 faturou uma Palma de Ouro, em Cannes, pela produção do filme Sexo, Mentiras e Videotapes, um clássico cult daquele período.

Há dois anos, Kao, de 63, decidiu mudar de rumos outra vez. Juntou conhecimentos adquiridos nas diferentes áreas em que atuou e trocou as reuniões em sedes de empresas e de governos por salas de aula de escolas básicas. O desafio que se impôs foi o de ensinar a estudantes com idades entre 11 e 16 anos a transformar ideias em projetos inovadores. “As crianças são o recurso mais subutilizado pelas nações. Gastamos bilhões de dólares no desenvolvimento de tecnologias de ponta, mas mantemos modelos de ensino que formam pessoas para o passado”, disse Kao, em entrevista ao site de VEJA.
Continue lendo ‘Guru americano ensina crianças a inovar em cinco passos’

Medida provisória garante R$ 5,4 bilhões de crédito extraordinário para o Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) receberá R$ 5,4 bilhões. O crédito extraordinário foi autorizado em medida provisória publicada (MP) hoje (26) no Diário Oficial da União. A MP 655 vai reforçar os créditos destinados à concessão de financiamento estudantil no Orçamento da União deste ano.

Os recursos poderão ser utilizados para concessão de financiamentos estudantis em todo o país. Podem recorrer ao Fies estudantes matriculados em instituições de ensino superior privadas e que tenham renda familiar mensal bruta de, no máximo, 20 salários mínimos. Com taxa de juros de 3,4% ao ano, o programa financia de 50% a 100% do custo das mensalidades.

Os estudantes que acessam o Fies só começam a pagar a dívida 18 meses após o encerramento do curso. Desde 1° de julho, uma mudança das regras do Fies permitiu que o financiamento seja utilizado também para cursos de pós-graduação. Cabe agora ao Congresso deliberar sobre a aprovação da MP. (Luana Lourenço | Agência Brasil)

MEC define contrapartida para implantação de cursos privados de medicina

O Ministério da Educação estabeleceu os parâmetros para a contrapartida a ser oferecida ao Sistema Único de Saúde (SUS) por instituições privadas de educação superior, para a implantação de cursos de graduação em medicina. A contrapartida de serviços, ações e programas deve ocorrer no município ou na região de saúde do curso.

Em portaria, o ministério estabelece que a habilitação para autorização de funcionamento de curso de medicina será precedida de chamamento público e a contrapartida deverá contemplar as seguintes modalidades: formação para os profissionais da rede de atenção à saúde, construção ou reforma da estrutura de serviços de saúde e aquisição de equipamentos para a rede de atenção à saúde; pagamento de bolsas de residência médica em programas de medicina de família e comunidade e, no mínimo, dois outros em áreas prioritárias (clínica médica, pediatria, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia).

De acordo com o ministério, a contrapartida é importante porque uma parte da formação dos alunos de medicina requer um cenário de prática previsto para ser realizado nas unidades de saúde do município. (Yara Aquino | Agência Brasil)

MEC inicia consulta a estados e municípios para base nacional curricular

O Ministério da Educação (MEC) começou na semana passada uma consulta aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para coletar informações para a construção de uma base nacional comum curricular. A questão é demanda antiga de professores e de entidades ligadas à educação. Com uma base comum haverá uma definição do que é preciso aprender em cada etapa de ensino.

Segundo o MEC, a consulta teve início por meio de comunicado enviado a cada secretário de Educação dos estados e do Distrito Federal e também a cada uma das representações estaduais da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Com as informações, será produzido um estudo que vai subsidiar as discussões em torno da base nacional comum curricular.

Os dirigentes podem acessar o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec) do MEC e responder ao questionário sobre as três etapas da educação básica – infantil, ensino fundamental e ensino médio – no módulo relativo ao Plano de Ações Articuladas (PAR).
Continue lendo ‘MEC inicia consulta a estados e municípios para base nacional curricular’

Dica da pedagoga: Exercitando o olhar

Vamos exercitar o olhar? Esta proposta do vídeo vai ajudar você e seu aluno a olhar a vida com mais alegria.

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

 

Como articular a gestão de novas tecnologias e a gestão da aprendizagem?

Um dos principais nomes, no âmbito mundial, do debate sobre desenvolvimento e implementação de estratégias para lidar com questões complexas em educação e serviços públicos, David Albury, diretor de design e desenvolvimento e membro do grupo de direção do Gelp (Global Education Leader’s Program), participou do I Seminário Internacional de Boas Práticas em Gestão Escolar, realizado pelo Consed nos dias 14 e 15 de agosto, em Brasília, ministrando a palestra “Como articular a gestão de novas tecnologias e a gestão da aprendizagem”, na qual abordou as competências e desafios para a preparação de aluno. O professor concedeu uma breve entrevista ao Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

DavidAlbury_GilmarFelix

Albury no Seminário Internacional de Boas Práticas em Gestão 
Escolar (Crédito: Gilmar Félix)

Continue lendo ‘Como articular a gestão de novas tecnologias e a gestão da aprendizagem?’

Pedagoga revoluciona educação infantil

Maria Amélia Pinho Pereira, a Péo, é o nome por trás da Casa Redonda

Maria-Amélia-Pinho-Pereira

Foto: Andrea Amaral

Quando uma criança nasce, o mundo torna a começar. A frase do escritor Guimarães Rosa inspira e é seguida à risca pela pedagoga Maria Amélia Pinho Pereira. Há mais de 30 anos, Péo, como é carinhosamente conhecida, revolucionou o sistema de educação infantil ao fundar a Casa Redonda, em Carapicuíba, na Grande São Paulo. No local, que atende crianças de dois a seis anos, a regra básica é uma só: incentivar as crianças a brincarem. De preferência, em meio ao verde da natureza.

Continue lendo ‘Pedagoga revoluciona educação infantil’

Unesco lança no Brasil projeto para combater discriminação e violência nas escolas

Piloto começa no município Cariacica, no Espirito Santo

O projeto piloto “Ensinar Respeito por Todos” da Organização para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) teve seu lançamento na última semana, em Cariacica, no Espirito Santo. A iniciativa pretende promove respostas educativas para combater a discriminação e a violência nas escolas.

Cariacica é o primeiro município brasileiro a receber o projeto que será implementado pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o órgão da ONU e o Ministério da Educação. O público do projeto é composto de crianças e adolescentes inseridos na educação básica, com faixa etária entre oito e 16 anos, que frequentem a educação formal e não formal.

Lançado pela Unesco em alguns países em 2012, o projeto conta com material pedagógico para a capacitação de professores, diretores de escolas, gestores de educação e representantes da sociedade civil, que devem promover métodos educativos de combate ao preconceito, à discriminação e ao racismo.

A ideia é contribuir para reduzir violências e potencializar a tolerância mútua, ao cultivar o respeito pela diversidade de raça, cor, etnia, gênero, religião e identidade nacional. (Net Educação)

Nas telas: o charme dos modelos alternativos da “escola ideal”

Documentários sobre a educação não promovem diálogo com a “escola real”

Retomo o tema do cinema, ou melhor, do audiovisual (na atualidade, muitos filmes são feitos no suporte do vídeo e contam com espaços de veiculação diferentes do cinema) e da escola. Agora, o foco é quanto à abordagem dessa instituição pelos realizadores, particularmente no documentário. No início, pretendia discutir o filme argentino “A Educação Proibida” (2012), no entanto, a recente disponibilização online do documentário brasileiro “Quando Sinto que já Sei” torna esse trabalho um objeto privilegiado. Além de abordar o contexto local, ele possui algumas similaridades com a primeira obra. É válido notá-las.
Ambos os filmes utilizam basicamente depoimentos de educadores, gestores e professores. O enfoque dos trabalhos é sobre o que podemos chamar de “modelos alternativos” de educação. Mais do que a ideia da “desescolarização”, defendem que as relações escolares sejam mais democráticas e os estudos contemplem as motivações e os interesses dos alunos. Grosso modo, a crítica básica é que a “educação tradicional” preocupa-se demais com conteúdos, cujo significado é opaco para os estudantes, tendo insuficiente preocupação em construir situações que favoreçam a autonomia e a criatividade das crianças e jovens.
Continue lendo ‘Nas telas: o charme dos modelos alternativos da “escola ideal”’

Dica da pedagoga: Incentivo à leitura

O incentivo à leitura é o que nós educadores podemos deixar de melhor para nossos alunos. Sugiro aos professores da Educação Infantil e Ensino Fundamental I que navegue neste site da brinquebook. Vão descobrir texto informativo e livros atrativos que podem ser vistos e ouvidos gratuitamente.

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

Dez temas que você já deveria ter conversado com seu filho adolescente

Atualmente, as relações familiares são mais informais. Em vários lares, as pessoas conversam sobre os mais diversos tipos de assunto, o que ajuda a fortalecer os vínculos afetivos e a estabelecer uma convivência mais harmoniosa e verdadeira. No entanto, por motivos como vergonha, desconhecimento, questões e tabus particulares ou mesmo dificuldade em lidar com o amadurecimento do filho, muitos pais acabam esperando a chegada da adolescência para tratar de determinados temas. Conheça alguns importantes, apontados por especialistas, e veja dicas sobre como conduzir melhor o diálogo.

1. USO SEGURO DA INTERNET
Tudo bem que, hoje, mesmo crianças sabem dominar um tablet, mas a vigilância do uso da internet deve permear também a adolescência. “Os pais têm de conversar, orientar e supervisionar os filhos, explicando que eles ainda não possuem maturidade para participar de certas conversas e acessar determinados sites. Há muita gente com má intenção na rede e isso precisa ser lembrado constantemente”, diz a psicóloga Susana Ório. Uma sugestão é que os pais falem sobre os cuidados que tomam em relação a transferências bancárias ou a informações pessoais, por exemplo. É essencial ainda conversar sobre os aspectos positivos da internet, apontando como ela pode acrescentar conhecimento à vida dos jovens e mesmo ajudar os mais tímidos a se expressarem com mais facilidade.
Continue lendo ‘Dez temas que você já deveria ter conversado com seu filho adolescente’