MEC descarta aplicar prova a crianças para avaliar educação infantil

 A coordenadora geral de educação infantil da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, Rita Coelho, disse que o governo trabalha na implantação de uma política de avaliação da educação infantil, mas descarta mensurar o desempenho dos alunos e aplicar provas para crianças de até 5 anos de idade. Rita participou de um seminário nacional sobre educação infantil que ocorre nesta quarta-feira (17) em São Paulo.

A construção de uma política de avaliação da educação infantil atende a uma das metas previstas pelo Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece as estratégias das políticas de educação para o Brasil nos próximos dez anos. Conforme prevê o plano, a primeira avaliação tem de estar realizada até o dia 25 de junho de 2016, e a partir desta data deve ocorrer a cada dois anos.

Continue lendo ‘MEC descarta aplicar prova a crianças para avaliar educação infantil’

Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças

Quando se começa ou se termina um novo curso escolar, as crianças têm as melhores intenções do mundo. Mas muitas vezes ficamos apenas nisso, nas boas intenções. E temos que dizer que não vale apenas boa vontade. A gente se empenha em fazer tudo o que nos propomos, mas depois chega o difícil, manter o horário, encontrar tempo, etc., e depois de um mês já abandonamos quase tudo.

E não é falta de competência, é que não sabemos como temos que nos preparar desde o princípio.

Nos estudos é a mesma coisa.

Podemos escutar muitas vezes os adolescentes: Eu não consigo estudar!, Não me dá tempo!, Nunca gostei de matemática!… Mas eles se dão conta que quando refletem existem coisas que não vão bem.

Continue lendo ‘Quando e como aplicar as técnicas de estudos às crianças’

Como interpretar os desenhos das crianças

Segundo os psicólogos da Unidade de Desenvolvimento Psicológico e Educativo de San Salvador, por ética, só uma pessoa especializada, como alguns psicólogos, pode interpretar os desenhos, seguindo protocolos estabelecidos para esse fim.

O especialista deve levar em conta a condição biográfica e familiar da pessoa que desenhou, bem como sua história pessoal, que servirá como marco de referência de quem está fazendo o desenho. Além disso, é necessário levar em conta que um desenho é importante, mas não define tudo. É uma expressão de sentimentos e de desejos que podem ajudar a saber, por exemplo, como se sente a criança a respeito da sua família, sua escola, etc.
Continue lendo ‘Como interpretar os desenhos das crianças’

Educação para a cidadania: conhecimento como instrumento político de libertação

A formação do ser humano começa na família. Ali, tem início um processo de humanização e libertação; é um caminho que busca fazer da criança um ser civilizado, e bem cedo a escola participa desse processo.
Com o conhecimento adquirido na escola, o aluno se prepara para a vida. Passa a ter o poder de se transformar e de modificar o mundo onde vive.

Educar é um ato que visa à convivência social, a cidadania e a tomada de consciência política. A educação escolar, além de ensinar o conhecimento científico, deve assumir a incumbência de preparar as pessoas para o exercício da cidadania. A cidadania é entendida como o acesso aos bens materiais e culturais produzidos pela sociedade, e ainda significa o exercício pleno dos direitos e deveres previstos pela Constituição da República.

Continue lendo ‘Educação para a cidadania: conhecimento como instrumento político de libertação’

MEC lança portal da Educação Integral

O Ministério da Educação (MEC) lançou no último dia 18 o Portal da Educação Integral. A página, que já está no ar, reúne informações e notícias sobre o tema, permite o acesso rápido ao Programa Dinheiro Direto na Escola – por meio do qual as escolas recebem os recursos para as atividades – e oferece espaço para conferências pela internet.

O ensino em tempo integral é uma das apostas para melhorar a educação básica. Durante o período em que estão na escola, os estudantes, além das aulas, recebem acompanhamento pedagógico e participam de outras atividades, como prática de esportes, atividades culturais e de comunicação. A jornada da educação integral deve ser, no mínimo, de sete horas diárias ou 35 horas semanais. Com recursos do Programa Mais Educação, o MEC financia a implementação da jornada integral em escolas com baixo desempenho, de regiões vulneráveis.

Continue lendo ‘MEC lança portal da Educação Integral’

Lista: veja sete dicas que ajudarão os candidatos a fazer a prova de Português do Enem

A contagem regressiva dos candidatos que farão Enem neste ano indica que faltam menos de dois meses para o exame, que acontece nos dias 8 e 9 de novembro.

Catarina Schumann, professora da disciplina de português na escola Mopi, dá sete dicas para quem quer se dar bem na parte da prova que cobrará conhecimento de língua portuguesa. Confira!

1. Prioridades de estudo que o aluno deve ter na prova de português são a estrutura textual e a argumentação. Ele deve mergulhar nesses tópicos, pois exigem muita prática e leitura. Saber dominar a estrutura do texto é um diferencial na pontuação final.
Continue lendo ‘Lista: veja sete dicas que ajudarão os candidatos a fazer a prova de Português do Enem’

10 dicas para escrever e publicar um artigo científico

Escrever e publicar um artigo científico pode não ser uma tarefa fácil. A elaboração de qualquer pesquisa exige precisão e domínio sobre o assunto. No entanto, muitas vezes os estudantes ficam em dúvida sobre a maneira correta de elaborar o seu trabalho. Por onde começar? Como definir o tema da pesquisa? Qual linguagem utilizar no texto? Esses são apenas alguns dos questionamentos que surgem.

As pessoas costumam ter dúvidas e errar porque não sabem ciências, ou não aprenderam de maneira correta, avalia Gilson Volpato, professor de redação científica, da Unesp (Universidade Estadual Paulista).

“Muitos professores transformam essa disciplina em um conjunto de regras”, aponta, ao afirmar que os alunos precisam entender o que estão fazendo. Inclusive, para ajudar alunos, professores e pesquisadores a escreverem uma pesquisa acadêmica, Volpato criou o Clube SOS Ciência, que tira dúvidas on-line sobre redação científica.
Continue lendo ’10 dicas para escrever e publicar um artigo científico’

Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação

Educação é um dos temas que mais reúne propostas entre os programas dos candidatos à Presidência da República entregues à Justiça Eleitoral. As principais promessas são de melhoria da qualidade do ensino, ampliação de investimentos na área e implantação do sistema integral nas escolas brasileiras.

Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação:

Continue lendo ‘Confira as propostas dos candidatos à Presidência para educação’

Calendário de Capacitação/Outubro

A programação completa de capacitação para o mês de outubro/2014 já está disponível. Você pode baixar o arquivo (PDF) na aba “Capacitação” do blog NotaMáxima ou no endereço http://www.notamaxima.net.br/site/capacitacao

Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez

A Academia Brasileira de Letras (ABL) lançou um aplicativo gratuito de consulta ao Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp). Com ele, é possível ter acesso em smartphones e tablets aos quase 400 mil verbetes que já seguem as novas regras previstas no Acordo Ortográfico.  É uma solução rápida para tirar dúvidas de como se escreve alguma palavra.

O aplicativo pode ser baixado em dispositivos Android, pelo Google Play, e em dispositivos da Apple, pela App Store. Um dos recursos do aplicativo é o de autocompletar-se. Quando a pessoa começa a digitar uma palavra, automaticamente aparece uma listagem de possíveis resultados na tela, e ela poderá encontrar a exibição do vocábulo antes mesmo de terminar a redação de tal termo. É possível também aumentar a letra, para facilitar a leitura.

Continue lendo ‘Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez’

Dica da Pedagoga: Filme “Tarja branca”

Indico o filme Tarja Branca – A revolução que faltava para ser assistido por todos aqueles que trabalham com criança ou que tem uma criança em casa e para aqueles que esqueceram como é gostoso brincar. Esse filme mostra a você como se livrar ou a passar longe dos remédios tarja preta. Ajuda a mostrar a beleza da vida. Não deixe de ver. Tenho certeza que vai gostar.

Abaixo, assista ao trailer:

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

Aos 13 anos, menino é dono de start-up e dá palestra para adultos

davi-braga_615x300
Afonso Ferreira/UOL

O alagoano Davi Braga tem apenas 13 anos, mas já é um empreendedor. No final de 2013, ele criou a própria start-up, a List-it, um site para os pais comprarem o material escolar dos filhos e no qual as escolas podem cadastrar sua lista de materiais.

Na última quinta-feira (4), o menino foi a Santo André, na região metropolitana de São Paulo, para dar uma palestra no 11º Congresso Estadual de Jovens Empreendedores.

Continue lendo ‘Aos 13 anos, menino é dono de start-up e dá palestra para adultos’

Prouni: matriculados em faculdades particulares têm até 1º de dezembro para tentar bolsa

Estudantes sem bolsas de estudo matriculados em faculdades particulares participantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até 1º de dezembro para se candidatar a vagas remanescentes. Podem participar aqueles que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 e obtido média igual ou superior a 450 pontos e nota na redação que não seja zero.

Antes de fazer a inscrição, o candidato deve se cadastrar no sistema de bolsas remanescentes, no site do programa. No cadastro, o candidato deve informar o número do CPF e a data de nascimento.

LICENCIATURA

Professores da rede pública de ensino no efetivo exercício do magistério da educação básica e do quadro de pessoal permanente de instituição pública podem se inscrever para bolsas nos cursos com grau de licenciatura, independentemente de participação no Enem. Neste caso, basta que o candidato informe que é professor para prosseguir com o cadastro.

Estudante tem até 30 de setembro para solicitar aditamento de contrato

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) definiu novo prazo para solicitação de aditamento de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro e segundo semestre de 2013 e ao primeiro semestre de 2014. Os estudantes terão até o dia 30 de setembro para fazer os pedidos de renovação, suspensão, transferência, dilatação ou encerramento no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). A Portaria nº 365/2014, que implementou a medida, foi publicada na sexta-feira, 29 de agosto, no Diário Oficial da União.

O Fies financia de 50% a 100% dos encargos educacionais, dependendo da renda familiar mensal bruta e do comprometimento dessa renda com os custos da mensalidade. Podem requerer o financiamento alunos com renda familiar mensal bruta de até 20 salários mínimos.

Continue lendo ‘Estudante tem até 30 de setembro para solicitar aditamento de contrato’

Portaria publicada no Diário Oficial define formas de uso do Enem por instituições

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio da Portaria nº 436, publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 8, estabelece os procedimentos para a utilização dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em processos seletivos de acesso a vagas em instituições de ensino superior nacionais e estrangeiras. O texto também situa os processos de certificação de conclusão do ensino médio realizados pelas secretarias de estado da educação e institutos federais de educação, ciência e tecnologia.

Há três formas de uso dos resultados do Enem pelas instituições: mecanismo único, quando o Enem é adotado como forma exclusiva de seleção; mecanismo alternativo, quando o Enem é correlacionado a outro processo seletivo; mecanismo complementar, quando o Enem é admitido como uma das fases ou um dos componentes do processo seletivo utilizado pela instituição.

Continue lendo ‘Portaria publicada no Diário Oficial define formas de uso do Enem por instituições’

Dica da Pedagoga: Obras de Fernando Pessoa

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. O acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português que é considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal. Confira!

* Por Sandra Stroisch, consultora pedagógica da Gennera.

Guru americano ensina crianças a inovar em cinco passos

Método de John Kao, ex-professor da Universidade Harvard, pretende estimular estudantes a encontrar respostas criativas e a solucionar problemas reais

Descrever John Kao é uma tarefa complexa. Formado em filosofia e medicina, o americano filho de chineses foi consultor para questões ligadas à inovação de multinacionais como Nike, Intel e Basf e também de governos da Finlândia e Cingapura. Professor da Universidade Harvard por 14 anos, fundou ali o curso de inovação em larga escala, o que lhe rendeu o apelido de “senhor cratividade”, conferido pela revista britânica The Economist. Kao tem muito mais no currículo. Na década de 1960, fez uma turnê tocando teclados na banda de Frank Zappa, uma lenda do rock, e nos anos 80 faturou uma Palma de Ouro, em Cannes, pela produção do filme Sexo, Mentiras e Videotapes, um clássico cult daquele período.

Há dois anos, Kao, de 63, decidiu mudar de rumos outra vez. Juntou conhecimentos adquiridos nas diferentes áreas em que atuou e trocou as reuniões em sedes de empresas e de governos por salas de aula de escolas básicas. O desafio que se impôs foi o de ensinar a estudantes com idades entre 11 e 16 anos a transformar ideias em projetos inovadores. “As crianças são o recurso mais subutilizado pelas nações. Gastamos bilhões de dólares no desenvolvimento de tecnologias de ponta, mas mantemos modelos de ensino que formam pessoas para o passado”, disse Kao, em entrevista ao site de VEJA.
Continue lendo ‘Guru americano ensina crianças a inovar em cinco passos’

Medida provisória garante R$ 5,4 bilhões de crédito extraordinário para o Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) receberá R$ 5,4 bilhões. O crédito extraordinário foi autorizado em medida provisória publicada (MP) hoje (26) no Diário Oficial da União. A MP 655 vai reforçar os créditos destinados à concessão de financiamento estudantil no Orçamento da União deste ano.

Os recursos poderão ser utilizados para concessão de financiamentos estudantis em todo o país. Podem recorrer ao Fies estudantes matriculados em instituições de ensino superior privadas e que tenham renda familiar mensal bruta de, no máximo, 20 salários mínimos. Com taxa de juros de 3,4% ao ano, o programa financia de 50% a 100% do custo das mensalidades.

Os estudantes que acessam o Fies só começam a pagar a dívida 18 meses após o encerramento do curso. Desde 1° de julho, uma mudança das regras do Fies permitiu que o financiamento seja utilizado também para cursos de pós-graduação. Cabe agora ao Congresso deliberar sobre a aprovação da MP. (Luana Lourenço | Agência Brasil)

MEC define contrapartida para implantação de cursos privados de medicina

O Ministério da Educação estabeleceu os parâmetros para a contrapartida a ser oferecida ao Sistema Único de Saúde (SUS) por instituições privadas de educação superior, para a implantação de cursos de graduação em medicina. A contrapartida de serviços, ações e programas deve ocorrer no município ou na região de saúde do curso.

Em portaria, o ministério estabelece que a habilitação para autorização de funcionamento de curso de medicina será precedida de chamamento público e a contrapartida deverá contemplar as seguintes modalidades: formação para os profissionais da rede de atenção à saúde, construção ou reforma da estrutura de serviços de saúde e aquisição de equipamentos para a rede de atenção à saúde; pagamento de bolsas de residência médica em programas de medicina de família e comunidade e, no mínimo, dois outros em áreas prioritárias (clínica médica, pediatria, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia).

De acordo com o ministério, a contrapartida é importante porque uma parte da formação dos alunos de medicina requer um cenário de prática previsto para ser realizado nas unidades de saúde do município. (Yara Aquino | Agência Brasil)

MEC inicia consulta a estados e municípios para base nacional curricular

O Ministério da Educação (MEC) começou na semana passada uma consulta aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para coletar informações para a construção de uma base nacional comum curricular. A questão é demanda antiga de professores e de entidades ligadas à educação. Com uma base comum haverá uma definição do que é preciso aprender em cada etapa de ensino.

Segundo o MEC, a consulta teve início por meio de comunicado enviado a cada secretário de Educação dos estados e do Distrito Federal e também a cada uma das representações estaduais da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Com as informações, será produzido um estudo que vai subsidiar as discussões em torno da base nacional comum curricular.

Os dirigentes podem acessar o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec) do MEC e responder ao questionário sobre as três etapas da educação básica – infantil, ensino fundamental e ensino médio – no módulo relativo ao Plano de Ações Articuladas (PAR).
Continue lendo ‘MEC inicia consulta a estados e municípios para base nacional curricular’